Unidos do Porto da Pedra escolhe com festa o samba da parceria de Vadinho

0
Foto: Ana Cristina Victória

O Tigre de São Gonçalo escolheu na madrugada desde domingo (18), o samba que ajudar a contar na Avenida, o enredo “A invenção da Amazônia: Um delírio do imaginário de Júlio Verne”, que leva a assinatura do carnavalesco Mauro Quintaes. A Unidos do Porto da Pedra será a quinta agremiação a pisar na Marquês de Sapucaí, no sábado de folia, pela Série Ouro da LIGA-RJ.

A parceria vencedora foi a dos compositores Vadinho, Claudinha Sing, Pedro Dentinho, Robinho Porto, Zé Alex, Karina Porto, Rejane França, Fábio LS, Baiano, Bigode, Marcão e Celinho.

Desde 1994 na vermelho e branco, esta será a quarta vez que Vadinho vai ter o nome no samba do Tigre na Sapucaí. Ele venceu anteriormente em 1997 (No reino da folia, cada louco com sua mania), 2006 (Bendita és tu entre as mulheres do Brasil) e 2012 (Da seiva materna ao equilíbrio da vida).

“Estou aqui há 28 anos e conquistei três vitórias. Todos os sambas finalistas estavam credenciados para representar a escola, mas estava bastante confiante na vitória da nossa parceria. Temos um samba fiel ao enredo escrito pelo Mauro Quintaes”.

Ouça o samba campeão:

Intérprete:
Carlos Júnior

Sou um servo do delírio
O senhor do imaginário
Fui o bálsamo do tempo
Luz de toda inspiração
Sou o remo da jangada
Rumo à terra inexplorada
Onde Deus fez a morada
Pele imaculada
Que restou da criação

Eita lar dos homens bons
Deita em leito Solimões

Escute o grito
Que ecoa na floresta
Misture o visgo verdejante
E o metal
Eu sou a lágrima de prata
O brilho da lua na mata
Jurupari e bicho folharal

Escute o grito
Que ecoa na floresta
Misture o visgo verdejante
E o metal
Eu sou a lágrima de prata
O brilho da lua na mata
Onde o curumim vira animal

É Amazona, é mulher, bravura
É Caruana e o poder da cura
O arco da piracema
Flecha do amor do poema
Lança pra eternizar cultura
Luzes, bandeirinhas e paixões
Boto sedutor de igarapés
Zarpa jangadeiro de emoções
Os Xamãs, Caboclos e Pajés
O “Dom” de proteger seringueiras
Matintas “Pereiras”, “Chicos”
E “Irmãs” desse lugar
A missão mais deslumbrante
Por esse rio mar

Warrãna-rarae
Warrãna-rarae
Mari-nawa-kenadêe
Ecoam tambores na floresta
Porto da Pedra
É nossa hora de vencer

SIGA-NOS INSCREVA-SE VÍDEOS EXCLUSIVOS
Artigo anteriorOito parcerias seguem na disputa pelo samba da Imperatriz Leopoldinense
Próximo artigoInocentes de Belford Roxo promove coquetel para apresentar os figurinos de alas
Locutor nas escolas de samba do RJ, analista de sistemas, jornalista (RG 0039675-RJ), compositor e intérprete. Administrador do site CARNAVAL CARIOCA.

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui