Doze sambas seguem na disputa pelo hino oficial da Imperatriz Leopoldinense

Primeira fase foi realizada na última sexta-feira na quadra da agremiação em Ramos.

0
Foto: Divulgação

As eliminatórias de sambas na Imperatriz Leopoldinense teve início na noite desta sexta-feira (9). Nesta primeira etapa, oito das vinte obras foram eliminadas e doze seguiram para a próxima fase. São elas (por ordem de apresentação): Zé Katimba, Robson Lourenço, Marquinhos Lessa, Jorge Arthur, Dudu Nobre, Ian Ruas, Jurandir, Moisés Santiago, Manu da Cuíca, Jeferson Lima, Me Leva e Hélio Porto.

O concurso segue às sextas-feiras, com entrada franca até 21h, na quadra da verde, branco e ouro, que fica na Rua Professor Lacê 235, em Ramos. A grande final está marcada para o dia 17 de outubro, com apresentação das três composições finalistas.

O tema é inspirado em cordéis populares, como “A chegada de Lampião no inferno”, “O grande debate que teve Lampião com São Pedro” e “A chegada de Lampião no céu”, que se debruça nas hipóteses sobre o que teria acontecido com a alma do cangaceiro após sua morte.

Em 2023, a escola será a quarta a desfilar na segunda-feira de folia. O enredo “O aperreio do cabra que o excomungado tratou com má-querença e o santíssimo não deu guarida”, tem assinatura do carnavalesco Leandro Vieira.

SIGA-NOS INSCREVA-SE VÍDEOS EXCLUSIVOS
Artigo anteriorDomingo é dia de disputa de samba na verde e branco da Vila Vintém
Próximo artigoUnidos de Padre Miguel vai escolher o samba entre seis parcerias inscritas
redacao@carnavalcarioca.net.br

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.