Cores do Axé: Império da Tijuca está pronta para escolher o seu samba-enredo

Quatro parcerias prometem sacudir a quadra durante o embate final do concurso.

0
Foto: Divulgação

A tão esperada final da escolha de samba-enredo do Império da Tijuca acontece nesta sexta-feira (9), a partir das 22h, na quadra da coirmã Unidos da Tijuca, e promete ser uma noite de muito samba e emoção. A verde e branco preparou uma grande festa que será dividida em dois espaços: A quadra principal, com a disputa pelo hino oficial, e a área externa, com um DJ tocando diversos ritmos.

A abertura do evento será comandada pela cantora Dly, a nova voz do samba e do pagode, que trará grandes sucessos e músicas inéditas. Logo após, haverá uma apresentação especial dos principais segmentos da escola. Além da disputa, o ponto alto da festa ficará por conta da Comissão de Frente liderada pelo coreógrafo Jardel Augusto Lemos, e dos passistas imperiais do professor Gabriel Castro.

Tudo será conduzido pelos ritmistas sob a batuta de Mestre Jordan e a Tropa Imperial comandada pela potência da voz de Daniel Silva, intérprete oficial, que vai entoar os principais sambas da agremiação. Para acolher os sambistas, a diretoria preparou um esquema especial de mesas e camarotes VIP’s, que variam de acordo com o número de pessoas e a localização na quadra.

Em relação ao processo de escolha do samba-enredo, cada parceria terá 30 minutos para se apresentar, tendo duas passadas sem a bateria, 15 minutos de apresentação completa, e outras duas passadas com o canto da torcida. A expectativa é de que o anúncio do vencedor aconteça por volta das 5h da manhã. Estão em disputa, as obras musicais das parcerias de Paulinho Bandolim, Tinga, Samir Trindade e André Diniz.

O Diretor de Carnaval Luan Teles, comentou sobre a excelente safra deste ano.

“É uma característica da escola os sambas da linha afro, sendo que para o enredo deste ano pedimos um samba mais leve, principalmente por conta do horário que vamos desfilar. Seremos a penúltima agremiação de sábado, precisamos de um samba pra frente, bem empolgante, sem causar danos a evolução”.

Sobre a escolha, Luan é enfático. Não há favoritos, o grande campeão será decidido na hora, de acordo com as apresentações:

“O campeão precisa estar dentro da linha do enredo, um samba que faça com que a gente consiga mostrar tudo o que a escola vai apresentar na Avenida. É preciso ter a cara do Império da Tijuca, ou seja, que conquiste o coração do sambista”.

Início das atividades no barracão

Enquanto se prepara para a grande final, o Primeiro Império do Samba segue à todo vapor com os trabalhos no barracão e ateliê, apesar das dificuldades financeiras que o Brasil vem enfrentando neste momento. Com bastante esforço, o Império da Tijuca tem uma diretoria que luta muito para colocar um Carnaval grandioso na rua.

É tradição apresentar um trabalho de excelência e qualidade no Maior Espetáculo da Terra. Os carnavalescos já estão em processo de reprodução das alas e os protótipos serão finalizados em breve, e em seguida apresentados à comunidade. O primeiro grande evento após a final, será a segunda edição da Feijoada Imperial, que acontece no dia 25 de setembro, no Tijuca Tênis Clube. Informações em breve no site oficial da agremiação.

A verde e branco do Morro da Formiga será a sétima a desfilar no sábado de folia, em busca do título da Série Ouro. O enredo “Cores do Axé”, está sendo desenvolvido pela dupla de carnavalescos Júnior Pernambucano e Ricardo Hessez.

SIGA-NOS INSCREVA-SE VÍDEOS EXCLUSIVOS
Artigo anteriorUnidos do Porto da Pedra anuncia americana como nova musa da agremiação
Próximo artigoUnidos do Porto da Pedra segue com seis parcerias na disputa pelo hino oficial
redacao@carnavalcarioca.net.br

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.