“As Áfricas que a Bahia canta” é o enredo da Estação Primeira de Mangueira

0

A verde e rosa voltará a se apresentar na Avenida com uma narrativa de protagonismo negro em seu próximo Carnaval. Com o enredo “As Áfricas que a Bahia canta”, a escola mostrará as construções das visões de África na Bahia, a partir de sua musicalidade e instituições carnavalescas negras, destacando o protagonismo feminino nesse processo e as lutas contra intolerância, racismo e pelo fortalecimento da identidade afrobrasileira.

O tema abordará passagens da história preta do Carnaval pouco difundidas nas construções cronológicas da festa, com os cortejos pré e pós Abolição da Escravatura, como os Cucumbis e clubes negros, resgatando saberes e práticas ancestrais, as lutas pela inserção e reconhecimento da cultura afrobrasileira carnavalesca; os embates contra intolerância religiosa e racial dos Afoxés; as denúncias de desigualdade social pela arte dos blocos afros e a expansão da afrobaianidade através dos cantares do axé.

Assista o vídeo:

Todos esses processos, serão conduzidos com protagonismo de mulheres pretas, mães, deusas, rainhas que usaram suas “corpas” e vozes cantando e louvando para e por seu povo.

SIGA-NOS INSCREVA-SE VÍDEOS EXCLUSIVOS
Artigo anteriorAcadêmicos do Salgueiro apresenta Alemão do Cavaco como novo Diretor Musical
Próximo artigoLuiz Paulo Jr. e Bico Doce, a nova dupla de intérpretes da União de Jacarepaguá
redacao@carnavalcarioca.net.br

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.