Quadra do Império Serrano se torna patrimônio imaterial do Rio de Janeiro

0
Foto: Mauro César Cutrim

A Família Imperiana recebeu uma grande notícia nesta quinta-feira (17). Foi publicado em Diário Oficial, a sanção do Projeto de Lei 4299/2021 pelo governador Cláudio Castro, de autoria do Deputado Estadual Dionísio Lins, que transforma a quadra do Império Serrano em patrimônio imaterial do Rio de Janeiro. A decisão visa preservar o espaço como polo para o samba e a cultura no Estado.

Em dezembro de 2021, a escola já havia sido declarada como patrimônio imaterial e cultural do Rio de Janeiro e por seu valor histórico, ganhou o título através da Lei nº 9529/2021, também de autoria de Dionísio Lins e aprovada, assim como essa, pela Assembleia Legislativa, seguindo para sanção do governador. Sandro Avelar, presidente do Reizinho de Madureira, destaca a importância da conquista para o futuro da agremiação.

“A decisão do poder público em transformar a quadra do Império Serrano em patrimônio imaterial do Estado é fundamental. É uma forma de preservarmos este espaço tão importante para o carnaval e para a cultura popular. Estamos contentes e gratos ao Deputado Dionísio Lins e ao governador Cláudio Castro por todo apoio dado à escola”.

Em 2022, o Império Serrano busca o retorno ao Grupo Especial, e apresentará na Sapucaí, o enredo “Mangangá”, sobre o capoeirista baiano Besouro. A escola será a oitava a desfilar no dia 21 de abril, encerrando os desfiles da Série Ouro.

RÁDIO ONLINE CANAL NO TELEGRAM VÍDEOS NO TIKTOK
Artigo anteriorUnidos de Padre Miguel agita o Ponto Chic com mais um ensaio de rua
Próximo artigoUnidos da Ponte, Cubango e Império da Tijuca ensaiam na Sapucaí
Locutor nas escolas de samba do RJ, analista de sistemas, jornalista (RG 0039675-RJ), compositor e intérprete. Administrador do site CARNAVAL CARIOCA.

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.