Ivanir dos Santos confirma participação no desfile do Salgueiro

Babalaô cantará a Resistência salgueirense contra a intolerância religiosa.

0
Foto: Divulgação

A Resistência cultural preta salgueirense aos poucos vai sendo desvendada. O tema proposto por Helena Theodoro e desenvolvido pelo carnavalesco Alex de Souza, vai entrar na Marquês de Sapucaí tendo, além dos segmentos e da comunidade, um time de peso na defesa do título que não vem desde 2009. Entre estas figuras, importantes dentro da mensagem que transmite o enredo, Ivanir dos Santos, babalaô, pós doutor em História Comparada pela UERJ e interlocutor da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, erguerá o punho cerrado da Resistência na alegoria que retrata a importância cultural das religiões de matriz africana como legado ancestral e a luta contra a intolerância.

Em visita ao barracão na Cidade do Samba, o sacerdote dedicado ao culto de Ifá e conhecido por sua luta por direitos civis, especialmente no que tange às religiões de matriz africana, conheceu o projeto de perto, e destacou a forma como a escola, que será a terceira a desfilar no dia 22 de abril, está conduzindo o tema. Ivanir, cuja história de vida forjou o líder que se tornou através dos anos de luta sendo preto, favelado, filho de prostituta, raptado da mãe aos sete anos e ex-interno da Funabem, comentou emocionado o que viu:

“Fiquei muito feliz em conhecer o projeto, ainda mais vendo pessoalmente a forma como está sendo conduzido o enredo que apresenta nossas resistências tradicionais, religiosas, culturais, sociais e políticas. Principalmente nesta fase que estamos passando, com a crescente falta de respeito com o ser humano, a intolerância religiosa e o racismo que cresce a cada dia, o enredo torna-se cada vez mais pertinente”.

Foto: Divulgação

A presença do babalaô é segundo Helena Theodoro, autora do enredo, um grande presente para ela e para a escola.

“Estamos convocando amigos que, ao longo do tempo, escreveram uma história de resistência, cada um à sua maneira, na defesa e na conquista destes espaços que também nos pertencem como herança ancestral. É uma grande homenagem a quem lutou e abriu espaço para que chegássemos até aqui e déssemos possibilidade para quem está chegando se fortalecer e seguir neste processo”.

O Salgueiro realizará seu desfile na sexta-feira, dia 22 de abril, sendo a terceira escola a pisar na Sapucaí, pelo Grupo Especial da LIESA.

Acesse o nosso canal no TELEGRAM

Artigo anteriorBeija-flor segue com os ensaios agitando a comunidade nilopolitana
Próximo artigoEstácio de Sá tem novo Diretor de Harmonia
Locutor nas escolas de samba do RJ, analista de sistemas, jornalista (RG 0039675-RJ), compositor e intérprete. Administrador do site CARNAVAL CARIOCA.

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.