Beija-flor realiza missa de 7° dia para exaltar a memória de Bakaninha

0
Foto: Eduardo Hollanda

Junto ao seu tradicional ensaio, realizado todas as quintas-feiras, a Beija-flor de Nilópolis promove, na quadra da escola, a missa de sétimo dia em homenagem ao intérprete Gilson Conceição Júnior, conhecido como Bakaninha. O músico era o principal apoio da voz de Neguinho da Beija-flor e faleceu na sexta-feira passada, prestes a completar 31 anos, em um acidente de carro em Mesquita, na Baixada Fluminense.

A exaltação da memória de Bakaninha será feita a partir de 20h, com a presença de familiares, amigos, admiradores e do público em geral. O ensaio será iniciado em seguida, a partir de 21h. A diretoria da agremiação solicitou que todos os presentes vistam a cor branca, em respeito à partida do artista.

Bakaninha dedicou boa parte da sua própria vida à Beija-flor. Cria da escola, inspirou-se no amor que o avô, Vicente, e o pai, Gilson Bacana, nutriam pela azul e branco. Começou a desfilar aos cinco anos na bateria mirim da Deusa da Passarela e, desde 2009, integrava o carro de som ao lado de Neguinho. A voz oficial da escola, inclusive, já havia escolhido Bacaninha como seu futuro sucessor — o “herdeiro” do microfone número um.

Acesse o nosso canal no TELEGRAM

Artigo anteriorUnidos do Viradouro adota passaporte virtual para acesso à quadra
Próximo artigoBeija-flor apresenta enredo para ativistas na luta por direitos raciais
Locutor nas escolas de samba do RJ, analista de sistemas, jornalista (RG 0039675-RJ), compositor e intérprete. Administrador do site CARNAVAL CARIOCA.

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.