Beija-flor altera fachada do barracão com alerta contra a intolerância religiosa

0
Foto: Divulgação

Inspirada no enredo “Empretecer o pensamento é ouvir a voz da Beija-flor”, que será apresentado na Sapucaí em fevereiro, a Beija-flor de Nilópolis realizou, ao longo desta semana, uma intervenção na fachada de seu barracão na Cidade do Samba. A azul e branco incluiu no local, em posição de destaque, um alerta a respeito da importância da política de cotas raciais no Brasil, bem como do ensino sobre a cultura negra e afro-brasileira nas escolas. Há também uma menção de repúdio à intolerância religiosa no país.

Diz o texto, elaborado a pedido do presidente Almir Reis, um dos poucos dirigentes negros entre as agremiações do Grupo Especial.

“Beija-flor de Nilópolis, referência cultural formada essencialmente pelo povo negro da Baixada Fluminense, reforça as demandas que passam pela defesa do sistema de cotas e pelo cumprimento da Lei nº 11.645, que trata da obrigatoriedade do ensino da história e da cultura afro-brasileira e indígena nas escolas. Repudia ainda qualquer discriminação religiosa contra o nosso povo, reafirmando a laicidade do Estado brasileiro. Somos mais uma voz a se levantar contra a violência racial no país”.

A intervenção se soma a uma série de ações antirracistas que a Deusa da Passarela vem promovendo desde meados de 2020, quando anunciou a temática que está sendo preparada para o próximo desfile oficial. No início de dezembro, por exemplo, crianças e adolescentes ligados à escola protagonizaram uma peça de teatro que tratou dos temas agora registrados no barracão.

O enredo está sendo finalizado pelo carnavalesco Alexandre Louzada, com sinopse elaborada coletivamente pela comunidade. Uma comissão de artistas pretos também integra a execução dos trabalhos: Dela, participam André Rodrigues, Fabynho Santos e Rodrigo Pacheco.

Acesse o nosso canal no TELEGRAM

Artigo anteriorMocidade retoma os ensaios de rua em Guilherme da Silveira
Próximo artigoImperatriz Leopoldinense apresenta seu novo terceiro casal
Locutor nas escolas de samba do RJ, analista de sistemas, jornalista (RG 0039675-RJ), compositor e intérprete. Administrador do site CARNAVAL CARIOCA.

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.