Unidos do Viradouro surpreende e transforma passista em musa

0
Foto: Divulgação

A Unidos do Viradouro reforçou o time de beldades que vai estar com a escola na Avenida no próximo Carnaval. E o anúncio foi feito no ensaio das alas de comunidade na quadra, na noite da última quarta-feira (25), e de forma inusitada. Ninguém tinha conhecimento que a escola teria uma terceira musa, nem a própria Bellinha Delfim, a escolhida. Ela passa a dividir o posto com a dançarina Luana Bandeira, que era assistente de palco de Luciano Huck quando ele comandava o Caldeirão, e com a apresentadora Lore Improta, que já desfilam na vermelho e branco.

O presidente Marcelinho Calil chamou Bellinha ao palco, para que ela entregasse um buquê de flores à nova musa. Ele chegou a pedir que a suposta nova integrante da escola entrasse em cena. Minutos depois, como ninguém aparecia, as pessoas da comunidade concluíram se tratar da própria Belinha e começaram a gritar: “É ela!”. Incrédula, a moça ficou esperando que o presidente confirmasse. Quando, finalmente, depois do suspense, veio a confirmação, Bellinha se agachou, cobriu o rosto com as mãos e chorou.

Com fôlego renovado e ainda tomada pela emoção, a mais nova musa da atual campeã do Carnaval foi econômica nas palavras ao se dirigir à comunidade, que retribuiu com aplausos entusiasmados. A jovem, que foi saudada pela nova rainha Erika Januza, demonstrou sua emoção.

“Não esperava por essa surpresa. Eu tô muito feliz. Sou recém-componente da escola, desfilei como passista aqui em 2020, e pretendo retribuir todo esse carinho, esse amor, esse acolhimento com muita arte e samba no pé”.

Bellinha tem 24 anos e começou no balé clássico aos cinco. Sua formação em dança foi na Escola Maria Olenewa (Theatro Municipal), conquistando vaga através de concurso em 2008, e onde estudou até 2014. Paralelamente, praticava atletismo e também é modelo. Entre os inúmeros trabalhos na área da publicidade, protagonizou uma campanha da Nike. Foi escolhida não só pela beleza, mas por seu desempenho em provas de meio-fundo e fundo, de 800m a 10.000m.

Na pista de desfiles, estreou como passista na São Clemente. Em 2019, desfilou pelo Salgueiro, e foi agraciada com o Estandarte de Ouro de Melhor Passista. Já ministrou workshops de samba em países como Inglaterra, França, Espanha, Portugal, Suécia, Polônia, Nigéria, Uruguai e Argentina.

Acesse o nosso canal no TELEGRAM

Artigo anteriorLins Imperial dá início aos ensaios na Rua Dias da Cruz
Próximo artigoParaíso do Tuiuti divulga as primeiras fantasias criadas por Paulo Barros
Locutor nas escolas de samba do RJ, analista de sistemas, jornalista (RG 0039675-RJ), compositor e intérprete. Administrador do site CARNAVAL CARIOCA.

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.