Inocentes trás de Parintins artista para confeccionar suas esculturas

0
Foto: Divulgação

Euler Kataki, 39 anos, descendente de índio com japonês, escultor natural de Parintins, interior do estado do Amazonas, desembarcou no Rio de Janeiro, na segunda quinzena de setembro deste ano, para assumir a missão de confeccionar no município de Belford Roxo, as esculturas que serão usados nos carros alegóricos da Inocentes.

“Temos um espaço aqui no Centro de Belford Roxo que estamos preparando para ser a fábrica dos sonhos da Inocentes. Em julho confeccionamos os protótipos de fantasias e algumas reproduções e desde setembro as esculturas. Foi uma grande sacada trazer o Euler Kataki para construir as peças aqui em nossa cidade”.

“Preparamos uma logística, que incluiu passagens, compra de materiais e local de hospedagem para o artista. O nosso Diretor de Carnaval, Saulo Tinoco e nossa diretora de Barracão Sandra Dinha, também estão no circuito fornecendo toda assistência necessária ao escultor. Mas está valendo muito a pena, pois estamos desenvolvendo um grande visual plástico”, disse o presidente Reginaldo Gomes.

Kataki iniciou sua trajetória em 1990, na Escola de Belas Artes de Parintins, coordenada pelo irmão Miguel Pascale, aprendeu a desenhar, pintar esculpir em argila e isopor. Em 2000, iniciou no carnaval de Manaus fazendo a Escola de Samba Aparecida e Grande Família. Em 2005, foi para o Boi Garantido como pintor e escultor ficando por 10 anos. Nos anos de 2006 e 2007 veio pela primeira vez ao Rio para trabalhar na Grande Rio.

“Sempre gostei de trabalhar na Inocentes, porque a equipe é muito bacana, a Dinha, o Saulo e a Luana Rios diretora artística estão sempre presentes, atentos a tudo que preciso. Esse foi um dos motivos por que não recusei a proposta feita pelo presidente Reginaldo. E não me arrependo, pois está tudo sendo cumprido direitinho. O jovem carnavalesco Lucas Milato, está sendo uma grande surpresa, pois consegue passar com clareza suas ideias e tudo fica fácil“.

“Algumas pessoas da comunidade estão fazendo oficina comigo custeadas pela agremiação. Bate uma saudade da família, mas foco no trabalho vira energia produtiva. Neste período montei mais de 100 peças para os carros, às vezes viro noites concentrado trabalhando. Não conhecia Belford Roxo, mas achei uma cidade movimentada e bonita”, disse Kataki.

A sua volta para o Estado do Amazonas está prevista para depois da folia. Quando está em Parintins, com seus familiares, o artista fica pintando em telas, esculpindo bustos e esculturas, que fazem parte do seu acervo particular para serem vendidas.

A Inocentes de Belford Roxo será a segunda agremiação a desfilar no sábado de folia, pela Série Ouro da LIGA-RJ. O enredo “A meia-noite dos tambores silenciosos”, de autoria do carnavalesco Lucas Milato, contará a história que acontece no Pátio do Terço, quando as nações de Maracatu se unem e fazem um ritual invocando seus ancestrais. Este evento organizado durante o Carnaval de Recife, é um rito de preservação da tradição afro-brasileira e um grito urgente pela liberdade de credo. Em pleno século XXI, o povo preto ainda encontra dificuldades de dissolver a ordem hegemônica e luta pelo seu espaço na Sociedade.

Acesse o nosso canal no TELEGRAM

Artigo anteriorParaíso do Tuiuti promove feijoada no Dia da Consciência Negra
Próximo artigoUnidos da Tijuca recebe o Grupo Vou Pro Sereno na Feijoada Nota 10
Locutor nas escolas de samba do RJ, analista de sistemas, jornalista (RG 0039675-RJ), compositor e intérprete. Administrador do site CARNAVAL CARIOCA.

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.