De volta ao Salgueiro, Manoel Dionísio estará no desfile da agremiação

0
Foto: Divulgação

Lugar de salgueirense é no Salgueiro e, seguindo esta máxima, a vermelho e branco repatriou Manoel Dionísio, que confirmou sua presença no próximo desfile da agremiação. A Academia do Samba busca seu décimo título no grupo de elite do Carnaval Carioca, quando irá cantar na Avenida, o samba-enredo “Resistência”. O tema mostrará importantes pontos de resistência cultural preta do Rio de Janeiro, uma ideia da professora Helena Theodoro, com projeto artístico do carnavalesco Alex de Souza.

Manoel Dionísio visitou a quadra de ensaios no último fim de semana e conferiu de perto a força do samba escolhido para ser entoado nas vozes de Emerson Dias e Quinho. Emocionado pelos versos fortes retratados pela parceria de Demá Chagas, ele acredita na força da comunidade para impulsionar a agremiação rumo a mais um campeonato.

“Voltar à minha escola em um ano onde vamos falar da resistência cultural preta e do quanto somos importantes enquanto representatividade é indescritível. Acho que serei um componente muito ativo e completamente rejuvenescido neste regresso”, disse emocionado.

Foto: Divulgação

O mestre comentou que iniciou seu caminho pela arte aos 18 anos, quando conheceu Mercedes Baptista, primeira bailarina negra do Theatro Municipal, a qual também será retratada no enredo da escola. Bailarino clássico e afro, Dionísio fez carreira internacional levando o ritmo afro para a Alemanha e Europa, tendo sido agraciado com a medalha de ouro por mérito artístico na dança pelo Conselho Internacional da França.

No Carnaval é respeitado pela defesa da cultura do samba, o que fez receber o Prêmio Estandarte de Ouro como personalidade masculina (1995). Um dos maiores incentivadores da dança do mestre-sala e porta-bandeira do país, Dionísio fundou o projeto de formação de casais com sede no Setor 2 da Passarela dos Desfiles e é responsável pela formação de vários profissionais da nova geração.

Em 2002, atuou fazendo o papel principal de Paulo da Portela: “O seu nome não caiu no esquecimento”, documentário de Demerval Neto. O Salgueiro pisará na Marquês de Sapucaí, sendo a terceira escola a se apresentar no domingo de folia, dia 27 de fevereiro.

Artigo anteriorRoda de Samba Quintal da Portela estará de volta em 30 de outubro
Próximo artigoMestre Átila oferece Oficina de Percussão na quadra da Lins Imperial
Locutor nas escolas de samba do RJ, analista de sistemas, jornalista (RG 0039675-RJ), compositor e intérprete. Administrador do site CARNAVAL CARIOCA.

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.