Rainha de Bateria da Inocentes se emociona com o seu figurino

1
Foto: Divulgação

A nova rainha de bateria da Inocentes de Belford Roxo, Natália Lage, levou um susto ao receber das mãos do carnavalesco Lucas Milato, na tarde da última quinta-feira (23), o figurino da sua fantasia para o próximo Carnaval. A beldade recebeu o desenho da sua roupa em uma caixa de presentes que tinha, uma garrafa de espumante Chandon, bombons e fotos da sua chegada na agremiação.

“Meu Deus, que fantasia maravilhosa. Eu não tinha noção que seria tão linda. Obrigado meu carnavalesco por ter criado esse figurino que combina perfeitamente com tudo que sonhei. É original, moderno, luxuoso e majestoso. Ainda estou em estado de êxtase com o que estou vendo. Sapucaí se prepare, pois vou chegar para abalar”.

Foto: Divulgação

“Nossa nova rainha merece ser agradada, pois esbanja simpatia e alegria. Logo preparamos um kit para presenteá-la, junto com o desenho do figurino. Procurei usar uma cor que fosse diferente da roupa da bateria para que ela se destaque na frente dos ritmistas. Toda rainha tem que ter um glamour, por isso a fantasia vai exceder no brilho, com muitos cristais”.

“Tive uma atenção especial com as suas pernas de atleta deixando-as nuas, e por ela se adepta a musculação coloquei um costeiro que o peso ficará dividido nos ombros, permitindo a evolução. Mais detalhes só saberão no Sábado de Carnaval, quando a bateria Cadência da Baixada explodir no Setor 1 e sua majestade encantar a todos”, disse Lucas Milato.

O mestre de bateria, Juninho, também esteve presente na entrega e ficou contente com o desenho. Ele falou sobre as possibilidades de criar coreografias de interação entre os batuqueiros e a rainha.

“A meia-noite dos tambores silenciosos” é o enredo que a Inocentes apresentará no Sambódromo pela Série Ouro da LIGA-RJ. Trata-se de uma riquíssima manifestação cultural e religiosa, do calendário oficial do Carnaval pernambucano. Abordará a cerimônia dos Tambores Silenciosos, que acontece em Recife, toda segunda-feira de folia. Na celebração, quando o relógio marca meia-noite de terça-feira, os tambores silenciam e a festa é interrompida para uma saudação aos eguns, os espíritos ancestrais.

Artigo anteriorYuri Souzah é o novo segundo mestre-sala da Paraíso do Tuiuti
Próximo artigoUnidos da Tijuca realizará audição para nova Comissão de Frente
Locutor nas escolas de samba do RJ, analista de sistemas, jornalista (RG 0039675-RJ), compositor e intérprete. Administrador do site CARNAVAL CARIOCA.

1 comentário

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.