Imperatriz Leopoldinense contrata coreógrafo com carreira internacional

0
Foto: Divulgação

Fim do mistério. Acaba de ser anunciado, através das redes sociais da agremiação, o nome do novo responsável pela Comissão de Frente da Imperatriz Leopoldinense. Após a contratação de um Head Hunter, a diretoria foi atrás de um dos maiores expoentes da dança internacional.

Trata-se de Thiago Soares, o bailarino brasileiro mais premiado do mundo, único do país a conquistar a medalha de ouro no maior concurso de dança clássica do mundo: Do Ballet do Teatro Bolshoi em Moscou; além de também ter sido condecorado com a Medalha da Ordem do Rio Branco, uma das mais altas comendas concedidas a brasileiros que tenham se destacado internacionalmente.

Do Theatro Municipal do Rio de Janeiro para os tapetes vermelhos, com vinte anos de carreira internacional, Thiago passou pelos maiores palcos do mundo, tais como: Royal Opera House em Londres, La Scalla di Milano em Milão e inúmeras passagens pelo Metropolitan Opera House, em Nova York, NBS Tokyo no, Japão, Teatro Real, em Madrid e muitos outros.

Construiu, ainda, uma sólida carreira e um relacionamento de 18 anos com o Royal Ballet de Londres. Foi lá, inclusive, que o bailarino teve um encontro pessoal com a Rainha Elizabeth, que assistiu aos seus espetáculos. Durante esses mais de 20 anos de carreira, já se apresentou em mais de 30 países.

Outros prêmios no curriculum:

1998 – Medalha de Prata – Paris International Dance Competition; 2004 – Outstanding Male Artist (Classical) Critics’ Circle National Dance Award; 2013 – Prêmio especial do board – Brazilian International Press Awards.

“Um dia, meu pai apostou no Fábio, que era o grande nome do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, e fizemos história. Aprendi com ele a buscar o que há de melhor. Vamos apostar novamente num talento carioca, um nome dos grandes palcos do mundo”, disse a presidente Cátia Drumond.

Atualmente, Thiago é Diretor Artístico e Coreógrafo de seu próprio Espaço de Dança – localizado no Rio de Janeiro – e do Ballet de Monterrey, no México. E a Imperatriz Leopoldinense, seguindo sua vocação de trazer grandes nomes da dança para estrearem e inovarem no Carnaval (como o caso do eterno coreógrafo Fabio de Mello e do brilhante Alex Neoral), tem a honra de receber este expoente brasileiro em sua equipe, em busca de um grande trabalho para o próximo desfile.

Artigo anteriorDançarina espanhola é a mais nova musa da Unidos do Porto da Pedra
Próximo artigoAcadêmicos do Cubango
Locutor nas escolas de samba do RJ, analista de sistemas, jornalista (RG 0039675-RJ), compositor e intérprete. Administrador do site CARNAVAL CARIOCA.

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.