Ator Ailton Graça estreia como compositor na Mangueira

0
Foto: Divulgação

Formada por Beto Savanna, Índio da Mangueira e De Deus, que juntos somam mais de 70 anos de Estação Primeira de Mangueira, a parceria de número 45 entra na concorrida disputa pelo hino oficial da verde e rosa com um reforço importante. O mais novo membro da parceria é o ator e sambista Ailton Graça que, pela primeira vez, irá participar de uma disputa de samba-enredo.

“Estou em estado de graça. Eu já desfilava na Mangueira em uma ala só de compositores a convite do meu grande amigo Índio, mas quando recebi o convite para integrar a parceria confesso que me assustei, mas está sendo um grande aprendizado. Participar da composição deste samba foi mágico, estar nessa disputa de samba-enredo é maravilhoso”.

Por conta da pandemia do novo Coronavírus e por morar em São Paulo, o processo de criação do samba também foi uma novidade para a parceria.

“Todo o processo de criação do samba foi através do aplicativo de mensagens. Pedi desculpas aos meus colegas, mas aproveitei o momento para aprender ainda mais. Em várias ocasiões eu fiquei apenas ouvindo eles criarem essa obra genial e eu ali, no meio de compositores gigantes, só posso agradecer por me permitirem fazer parte dessa história, de poder vivenciar esse momento único que é uma disputa de samba enredo, ainda mais em uma escola tão especial quanto a Mangueira”.

Ainda sobre a criação da obra, de acordo com o compositor Beto Savanna, além de melodia e letra de fácil memorização, a emoção é um dos pontos fortes do samba.

“Nosso samba tem uma representatividade muito forte, muito pulsante. São três pretos, pobres do morro e que viraram exemplo e são a grande inspiração desse enredo maravilhoso – A negritude hoje veste verde e rosa, se inspira em Angenor, em José e Laurindo”.

Além da experiência inédita de estar em uma disputa de samba, o artista que também preside uma agremiação em São Paulo, contou que pretende levar o modelo de disputa para a terra da garoa.

“Poder participar ativamente da composição de um samba vai me auxiliar muito nessa minha trajetória de sambista. Entender o processo de uma disputa de samba vai me ajudar na construção do que a gente vai fazer aqui em São Paulo, na nossa escola Lavapés Pirata Negro”.

A parceria também preparou um clipe em homenagem aos três grandes nomes da Mangueira. Em apenas uma semana, já é o campeão de acessos e acumula mais de 29 mil visualizações no YouTube.

A apresentação oficial do samba de Ailton Graça e sua parceria acontecerá no dia 15 de fevereiro, durante a live “Viradão do Carnaval Verde e Rosa”, a partir das 15h, no canal da agremiação no YouTube. O intérprete Gilsinho é quem defenderá a permanência do samba ao longo da disputa.

Ailton Graça declama o samba:

Os poetas da parceria:

Beto Savanna – Carioca, 44 anos, nascido e criado em Mangueira, mais precisamente na Vila Savana, participou pela primeira vez das disputas de samba na escola em 1997. São 24 anos dedicados a compor para a Estação Primeira com participação em 6 finais de samba na escola. Além da Verde e Rosa, Beto passou também pela Unidos da Tijuca (2009 /2010) e São Clemente onde sagrou-se campeão em 2013, mas seu maior sonho é ver uma composição sua sendo o hino da Mangueira, sua escola de coração.

Índio da Mangueira – César Augusto da Graça Moutinho, mais conhecido como Índio da Mangueira acumula em seu currículo 51 anos ininterruptos dedicados à Estação Primeira de Mangueira. Sua história na escola começou aos 09 anos de idade. Nascido no bairro imperial de São Cristóvão, Índio morou no morro de Mangueira até os 17. Como Passista escreveu seu nome e hoje tem sua imagem perpetuada nos Museus da Imagem e do Som e do Samba. Como compositor participou de cinco finais de samba enredo na Mangueira.

De Deus – Márcio de Deus, Mangueirense de coração, começou a disputar samba na escola em 2019. Compositor campeão em diversas agremiações do Carnaval Carioca, seu grande sonho é entrar para a história da Estação Primeira como compositor campeão.

Ailton Graça – O mais novo do time, mesmo com vasta experiência no carnaval, esta será a primeira vez que o ator e sambista participará de uma disputa de samba-enredo. Um verdadeiro amante do carnaval, Ailton é conhecido por sua participação em diversos desfiles. Atualmente é presidente da Lavapés Pirata Negro, escola de samba ainda em atividade mais antiga de São Paulo, fundada em 1937.

Artigo anteriorProjeto Vozes do Samba reúne os intérpretes do Carnaval Carioca
Próximo artigoMuseu do Samba fará ato simbólico de “Abertura do Carnaval Carioca”
Locutor nas escolas de samba do RJ, analista de sistemas, jornalista (RG 0039675-RJ), compositor e intérprete. Administrador do site CARNAVAL CARIOCA.

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.