LIERJ reune presidentes e realiza sorteio da ordem dos desfiles

0
Foto: Marcos Serra Lima / G1

Na tarde desta quinta-feira (17), todos os presidentes das agremiações filiadas à LIERJ se reuniram na sede da entidade para a última reunião do ano. Durante o desenvolvimento da pauta resolveram definir algumas questões como a mudança do nome do grupo e também a realização do sorteio da ordem dos desfiles para o próximo Carnaval.

A partir do próximo ano, os desfiles das escolas filiadas à entidade passarão a se chamar Série Ouro, nomenclatura sugerida durante a reunião e aprovada por todos os presidentes que se fizeram presentes, nome que inclusive foi sugerido na criação da liga em 2013.

O sorteio foi realizado com os pares das escolas seguindo suas colocações no último carnaval. Estácio de Sá e União da Ilha, Acadêmicos do Cubango e Império da Tijuca, Acadêmicos de Santa Cruz e Acadêmicos do Sossego, Império Serrano e Unidos de Bangu, Acadêmicos de Vigário Geral e Unidos da Ponte. Unidos de Padre Miguel, Unidos do Porto da Pedra e Inocentes de Belford Roxo formaram um trio, onde duas que tiraram o maior número, puderam escolher o dia de desfile. Conforme regulamento, a Em Cima da Hora já estava definida como a primeira de sexta-feira e a Lins Imperial, a primeira do sábado.

Após os dias de cada escola, o sorteio passou para a definição da posição de desfile. Por ter sido a vice-campeã no último carnaval, Unidos de Padre Miguel escolheu ser a 5ª escola de sábado. Na sexta-feira ficaram: Em Cima da Hora, Cubango, Unidos da Ponte, Porto da Pedra, União da Ilha, Unidos de Bangu e Sossego. No sábado, Lins Imperial, Inocentes de Belford Roxo, Estácio de Sá, Acadêmicos de Santa Cruz, Unidos de Padre Miguel, Vigário Geral, Império da Tijuca e Império Serrano.

A reunião foi realizada apenas com a presença dos presidentes das agremiações filiadas, respeitando as normas de segurança, além de representantes de veículos de imprensa que puderam se fazer presentes. A LIERJ ressalta que a soberania da vontade dos presidentes e a necessidade para que sejam estabelecidas as diretrizes para a realização do provável desfile no mês de julho, desde que tenhamos saúde e segurança com a chegada da vacina e o tão sonhado controle da pandemia causada pela COVID-19.

Artigo anteriorNova musa da Lins Imperial é filha de fundador e prata da casa
Próximo artigoImperatriz Leopoldinense tem novo coreógrafo da Comissão de Frente
Locutor nas escolas de samba do RJ, analista de sistemas, jornalista (RG 0039675-RJ), compositor e intérprete. Administrador do site CARNAVAL CARIOCA.

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.