Acadêmicos do Salgueiro

0
Foto: Rodney de Figueiredo

SAMBA / BATERIA

Presidente: Andre Vaz
Enredo: “Xangô”
Carnavalesco: Alex de Souza
Mestres de Bateria:
Guilherme e Gustavo
Compositores: Demá Chagas
Marcelo Motta, Renato Galante
Fred Camacho, Leonardo Gallo
Getúlio Coelho, Vanderlei Sena
Francisco Aquino
Guinga do Salgueiro

e Ricardo Fernandes
Intérpretes:
Emerson Dias e Quinho

Vai trovejar!
Abram caminhos
Pro grande Obá
É força, é poder
O Aláàfin de Oyó
“Oba Ko So!” ao rei maior
É pedra quando
A justiça pesa
O alujá carrega
A fúria do tambor
No vento a sedução (Oyá)
O verdadeiro amor (Oraiêiêô)
E no sacrifício
De Obá (Oba Xi Obà)
Lá vem Salgueiro

Mora na pedreira
É a lei na Terra

Vem de Aruanda
Pra vencer a guerra

Eis o justiceiro
Da nação Nagô

Samba corre gira
Gira pra Xangô

Rito sagrado, Ariaxé
Na igreja ou no candomblé
À benção, meu Orixá
É água pra benzer
Fogueira pra queimar
Com seu Oxê
“Chama” pra purificar
Bahia…
Meus olhos ainda
Estão brilhando
Hoje marejados de saudade
Incorporados de felicidade
Fogo no gongá
Salve o meu protetor
Canta pra saudar
Obanixé Kaô
Machado desce
E o terreiro treme
Ojuobá
Quem não deve não teme

Olori Xangô eieô
Olori Xangô eieô
Kabecilê, meu padroeiro
Traz a vitória
Pro meu Salgueiro

Artigo anteriorAcadêmicos do Grande Rio
Próximo artigoBeija-flor de Nilópolis
Locutor nas escolas de samba do RJ, analista de sistemas, jornalista (RG 0039675-RJ), compositor e intérprete. Administrador do site CARNAVAL CARIOCA.

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui