Paraíso do Tuiuti

0
Foto: Rodney de Figueiredo

SAMBA / BATERIA

Paraíso do Tuiuti
Presidente: Renato Ribeiro Marins
Enredo: “O Salvador da Pátria”
Carnavalesco: Jack Vasconcelos
Mestre de Bateria: Ricardinho
Compositores: Claudio Russo
Moacyr Luz, 
Zezé, Jurandir e Aníbal
Intérpretes:
Celsinho Mody e Grazzi Brasil

Vendeu-se o Brasil
Num palanque da praça
E ao homem serviu
Ferro, lodo e mordaça
Vendeu-se o Brasil
Do sertão até o mangue
E o homem servil
Verteu lágrimas de sangue
Do nada um bode
Vindo lá do interior
Destino pobre
Nordestino sonhador
Vazou da fome
Retirante ao deus-dará
Soprou as chamas
Do Dragão do Mar
Passava o dia
Ruminando poesia
Batendo cascos
No calor dos mafuás
Bafo de bode
Perfumando a boemia
Levou no colo
Iracema até o cais
Com luxo não
Chão de capim
Nasceu muderna
Fortaleza pro bichim

Pega na viola
diz um verso pra Iôiô

O Salvador!
O Salvador! (da Pátria)

Ora, meu patrão
Vida de gado
Desse povo tão marcado
Não precisa de dotô
Quando clareou o resultado
Tava o bode ali
Sentado aclamado vencedor

Nem berrar, berrou
sequer assumiu

Isso aqui Iôiô
É um pouquinho de Brasil

O meu bode
Tem cabelo na venta

O Tuiuti me representa
Meu Paraíso
Escolheu o Ceará

Vou bodejar, lá iá lá iá

Artigo anteriorUnião da Ilha do Governador
Próximo artigoEstação Primeira de Mangueira
Locutor nas escolas de samba do RJ, analista de sistemas, jornalista (RG 0039675-RJ), compositor e intérprete. Administrador do site CARNAVAL CARIOCA.

Deixe uma resposta:

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui