Acadêmicos do Sossego mostra os diversos rituais da humanidade

Foto: Antonio Pivanti

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos do Sossego foi a terceira agremiação a pisar na Passarela do Samba, já na madrugada deste sábado (10), com o enredo “Ritualis”, desenvolvido pelo carnavalesco Petterson Alves. A azul e branco do Largo da Batalha trouxe alegorias e adereços que representavam saberes e histórias dos diferentes rituais da humanidade ao longo dos tempos.

De volta ao Carnaval Carioca, o intérprete Nêgo, comentou sobre a sua chegada a azul e branco de Niterói.

É muito gratificante voltar a Marquês de Sapucaí. Sou morador do bairro perto da escola. Sempre foi uma vontade do presidente Wallace Palhares e agora estou aqui“.

A fantasia do primeiro casal formado por Wesley Cherry e Naninha representava o ritual da primavera, inspirado em todos os mistérios e seduções que envolvem a fertilidade. O figurino da ala das baianas significavam um ritual judeu.

Foto: Antonio Pivanti

Destaque do desfile vai para a bateria Swing da Batalha, comandada por Mestre Átila, que esbanjou bossas e empolgou o Setor 1 no começo do desfile. O contingente reduzido de desfilantes é um fator que poderá prejudicar as notas dos jurados no quesito evolução.

Comentários

Comentários