“Meu quintal é maior do que o mundo”
Carnavalesco: Marcus Ferreira

SAMBA CAMPEÃO
LUCAS DONATO, TICO DO GATO, ANDINHO SAMARA

VICTOR RANGEL, JEFFERSON OLIVEIRA, RONALDO NUNES
ANDRÉ DO POSTO 7, VAGNER SILVA, VINICIUS FERREIRA
RAFAEL GIGANTE E TOTONHO
INTÉRPRETES: EMERSON DIAS E TINGA

ABRE A JANELA VEM VER ÔÔ
POESIA BROTAR NO QUINTAL
O CARNAVAL FLORESCER
MENINO BERNARDO EM MEU SER
REINVENTO O MEU PANTANAL
O SOM DO APITO A TOCAR ANUNCIA A COR
UM CANTO VERDE DO ÍNDIO ENFEITIÇOU
GUARDANDO O SEGREDO DAS ÁGUAS
REGANDO O MAR DE XARAYÉS
O ELDORADO REINA AOS MEUS PÉS

O SOM QUE SALTA DO BREJO
EMPRESTO A VIOLA
A PAZ DO MEU LUGAR “AFLORA”
É FEITO UM IMPÉRIO EM PROCISSÃO
ENFEITO MEU CORAÇÃO MORADA DO MEU VIVER
TEM CASA QUE ANDA POR ESSE CHÃO
BANDARRA É MEU CORAÇÃO QUE VOA NO ENTARDECER

MENINO DO MATO O NOSSO VERDE FAZ O CÉU EMOCIONAR
E O BRANCO ENTÃO FLORIU MEU CHÃO
ATENTO, UM FEROZ OLHAR
LUAR QUE ME TRAZ A LEMBRANÇA
NOSSA SENHORA É FÉ, ESPERANÇA
DE UM PANTANEIRO A LUTAR
REIZINHO… DE TANTAS VITÓRIAS
CANTANDO EU DECLAMO ESSE AMOR POR VOCÊ
EU SOU IMPÉRIO
ABRA O MEU LIVRO POIS TU SABES LER

A MINHA HISTÓRIA JÁ FALA POR MIM
SOU RESISTÊNCIA, ORGULHO SEM FIM
TEM POESIA NO AR, VOCÊ JÁ SABE QUEM SOU
PELO TOQUE DO AGOGÔ



ARLINDO CRUZ, ALUÍSIO MACHADO, LULA ANTUNES

PRETINHO DA SERRINHA, ARLINDO NETO, CARLINHOS DA PAZ
ZÉ GLORIA, LEO ANTUNES, DOMINGOS PS
CARLINHO GUERREIRO E CARLOS SENNA
PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: LUCIANA BRANDÃO E ANDRÉ BAIACÚ
INTÉRPRETES: ZÉ PAULO SIERRA, EVANDRO MALANDRO E CARLINHOS DA PAZ

ABRE A JANELA AMOR
DEIXE O AMOR ENTRAR
É CARNAVAL VEM
ESSE LINDO JEITO DE FALAR
MEU QUINTAL É MAIOR QUE O MUNDO
NO NADIFÚNDIO BERNARDO MORA
ETERNAMENTE BOCÓ ENCANTOU MADUREIRA
SERRINHA GUERREIRA
GRITOU TÁ NA HORA A VERDE AURORA
TEM QUE SER AGORA

ÔÔÔÔ MORENA
MISTURA BATUQUE, APITO TERENA
ELDORADO EM FESTA
E A TRIBO SERRANA… SOBERANA

MORANDO EM CASEBRE NA BEIRA DO RIO
DESAFIADOR SEGUE SEU DESTINO MENINO
GUARDADOR DA NATUREZA
UM MAR DE AMOR CARAMUJO FLOR Ô Ô

FOI “GAIO” QUE VIROU NINHO GORJEIO DE
PASSARINHO QUE BATEU ASAS E “AVUÔ”

CHOVEU FECHA A JANELA E VEM
É TARDE NOITE AMÉM NOSSA SENHORA
A PROCISSÃO DIVINA SE REPETE
CHEGOU O MENINO DE 47

COLCHEIA A VIOLA E O CAVACO DÁ O TOM
O SAMBA É MEU DOM
SETENTA ANOS DE CULTURA BRASILEIRA
É POESIA PRA CANTAR A VIDA INTEIRA



PAULINHO VALENÇA, HENRIQUE HOFFMANN, MARCÃO

CARLITO, POPEYE, VICTOR ALVES, FILIPE ARAUJO
JULIANO CENTENO, RUSSO E LEANDRO MANINHO
PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: MARCELO RAMOS, FRANÇA JR. E BETO DO IMPÉRIO
INTÉRPRETES: VITOR CUNHA E BIRA SILVA

MEU VERDE VEM BRINDAR A AURORA
“MANHÃ QUE O SOL INSISTE EM FECUNDAR”
A “LÍNGUA DA RAIZ” EM MIM AFLORA
E A POESIA ENCONTRA UM HABITAT
NO “NADIFUNDIO” Ô!, UM MUNDO DESPERTOU
O “DESLIMITE” É LIBERTADOR
“NO OLHAR VAGUEIO DA JANELA”
VEJO COMO A VIDA É BELA NA “LINGUAGEM MATINAL”
DOS GUATÓS, GUANÁS E GUARANIS
NO FEITIÇO DE TERENA E O PERDIZ
VAI REPOUSAR NA PAZ
COM OS CARACÓIS E OS AGUAPÉS
SE EMBRENHAR NA MATA DE BERNARDO
PRA REGAR O MAR DE XARAYÉS

O MENINO VIROU PÁSSARO CANTOR
À SOMBRA DE UM AMIGO CAMBARÁ
NUMA ÁRVORE DE ASAS “AVOAR”
E “COISIFICAR” O AMOR

“COLORINDO AS ÁGUAS”, VESTE O PANTANAL
E SEGUE DONO DO QUINTAL
FORTE DESTEMIDO, LEVE COMO A FLOR
O HERÓI, BANDARRA, TOCADOR
SENHOR! ABENÇOA ESSA GENTE
QUE NÃO CANSA DE TER FÉ
SOB O MANTO DO ARREBOL
E HOJE ABRAÇA COM ALEGRIA E CONFETE
O MENINO DE QUARENTA E SETE

É O POVO DE MADUREIRA
PEDINDO À SANTA, ABENÇOAR
CHEGOU NOSSA HORA! SACODE A POEIRA!
O IMPÉRIO VAI PASSAR!



PAULINHO DIREITO, VICENTE DEDINHO E CONCEIÇÃO

INTÉRPRETE: PAULINHO DIREITO

O SOL VEM SURGINDO NO HORIZONTE E É TÃO LINDO!
ILUMINANDO E BANHANDO DE LUZ O MAR DE XARAVÉS
HOJE É O PANTANAL NOSSO RECANTO FELIZ
E É VERDE E BRANCO COMO EU SEMPRE QUIS
ABRO A JANELA E VAMOS CONTEMPLAR A MAGIA
DA POESIA QUE EXISTE NO LUGAR

DIM, DIM, DIM, DOM, DIM, DIM, DIM, DOM
É A VIOLA DO GRILO A TOCAR
O SAPO NA LAGOA A CANTAR A LUZ DO TEU OLHAR

MENINO TRAVESSO ALEGRE A PASSEAR
E A PROSEAR COM OS ANIMAIS NA IMAGINAÇÃO
O CARAMUJO, A ONÇA E A BORBOLETA LÁ NO RIO
DANÇAM COM AS FORMIGAS TEM PEIXES EM ASSOBIO
E OS PAPAGAIOS E PÁSSAROS AZUIS
CORREM PARA ESCUTAR O QUE A GARÇA VAI CONTAR?
É TATU BOLA, É LOBISOMEM, É BERNARDO O AMIGÃO?
E TEM FLORES PERFUMANDO O AR
VAMOS BRINCAR DE TUDO OU NADA, O QUE SERÁ?
A NOITE VEM CHEGANDO, TEM ROMARIA E PROCISSÃO
A NOSSA SENHORA FAÇO ORAÇÃO

MEU QUINTAL É MAIOR DO QUE O MUNDO
HÁ 70 ANOS MEU IMPÉRIO MEU TAMBOR
MANOEL DE BARROS TUIUIÚ BATEU ASAS E VOOU
TAMBÉM SOU MENINO SONHADOR



ALEX RIBEIRO, IVAN MILANEZ, LUIZ FERNANDO

E FERNANDO DO IMPÉRIO
INTÉRPRETE: ROGERINHO

ABRO A JANELA PARA O SOL
LIBERTO PALAVRAS NO FAZ DE CONTA
O NADA REINVENTO, O SILÊNCIO FECUNDO
MEU QUINTAL É MAIOR DO QUE O MUNDO!
NATIVOS MURMURAM FEITIÇO
NO CAMALOTE, SAPO E CARAMUJO
EM MEU REFÚGIO NA BEIRA DO RIO
DE INSETOS, PAISAGENS, SOU GUARDIÃO
NO UNIVERSO FASCINANTE DA IMAGINAÇÃO

VOA, “AVOA” PASSARINHO
NO INFINITO VERDE ESPERANÇA
BRANCO DE GARÇA É PAZ, ILUMINURA NO CÉU
LÁ VAI BERNARDO E O POLEIRO-CHAPÉU

A FRESTA ENTREABERTA AO ARREBOL
REVELA A MAGIA QUE É VIVER
COM O TEMPO ENTENDI QUE POESIA
NADA EXPLICA, NÃO QUER DESCREVER
O SOL SE PÕE, O PANTANEIRO A PESCAR
VIOLA AO SOM DO LUAR, GOSTO DE CHUVA
FERAS E PEIXES QUAL NUVENS VESTIDAS
TOCO BOIADA, SOU BERNADÃO
FECHO A JANELA, OUÇO UM REIZINHO
CANTANDO EM FORMA DE ORAÇÃO

O IMPÉRIO SERRANO CHEGOU
E NO TOQUE DO SEU AGOGÔ
VEM CELEBRAR NO CARNAVAL
COM FÉ PEDIR PROTEÇÃO
A NOSSA SENHORA DO PANTANAL



VERA ALICE, RÔ BARCELOS, VERA LUCIA

JUREMA, EDILAMAR, CESAR DO CAVACO
E RAFAEL VIEIRA
INTÉRPRETE: NÉLIO MARINS

JANELA ABERTA PARA O MEU QUINTAL
REINVENTO BERNARDO, SER ESPECIAL
SEU OLHAR, MINHA VOZ, MURMÚRIOS TRIBAIS
O CANTO DOS PÁSSAROS VEM ME BRINDAR
PALAVRAS, POESIAS E SONHOS VÃO BROTAR
SIMPLICIDADE REGAVA ESSE MAR

MENINO DA MATA
TATU-BOLA A ROLAR
É UM ANDARILHO
GUARDIÃO DAS ÁGUAS
À SOMBRA DOS CAMBARÁS

TERRA MOLHADA PERFUMA O AR
FAZ O PANTANAL PROSPERAR
CANOAS CORTANDO OS ALAGADOS
POR ONDE A BOIADA VAI PASSAR
Ô TOCADOR, TOCA A VIOLA
E, AO SOM DO AGOGÔ
REZA COM FÉ, QUE HOJE TEM ROMARIA
NOSSA SENHORA DO PANTANAL
BRILHA NA COROA IMPERIAL

SOU VERDE E BRANCO
VOU CANTAR A VIDA INTEIRA
MINHA ESCOLA, MEU AMOR
INCONDICIONAL…
IMPERIANO COMEMORA EM MADUREIRA
70 ANOS DE CARNAVAL



MANINHO DA CUÍCA, ORLANDINHO DA CONCEIÇÃO

GERALDO SUDÁRIO, GUEDES MORENO
E LEANDRO DO IMPÉRIO
PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: RIBEIRO DO IMPÉRIO E CHIQUINHO DO IMPÉRIO
INTÉRPRETES: TIÊ, MARQUINHOS SILVA E ALEXANDRE REIS

ABRO A JANELA E SINTO A BRISA
DA POESIA ME ENVOLVER
OLHO LÁ FORA E VISLUMBRO
MEU QUINTAL É MAIOR DO QUE O MUNDO
LINDO COMO O ALVORECER
VEM REGAR O MAR DE XARAYÉS
MENINO DO RIO COM LIMO NOS PÉS
NA MINHA ALDEIA, ONDE A PAZ CAMPEIA
APESAR DE PRIMITIVA, TEM LINDO MATIZ
PEIXE QUE GOSTA DE PROSA
SAPO QUE TOCA VIOLA
NO TOM DO CANTAR DA PERDIZ
QUE TEM GATOS COMO CORO O MURMÚRIO
DOS GUATÓS…GOS GUANÁS E GUARANIS

ÔÔÔÔÔ ÔÔÔÔÔ
CASA DE MADEIRA, ALMA PANTANEIRA
TERRA FÉRTIL SIM SINHÔ

OS PASSARINHOS, QUE LÁ ENFEITAM O CÉU
GORJEIAM E FAZEM NINHOS
NA ABA DO MEU CHAPÉU
SEMPRE QUE ANOITECE, EM FORMA DE PRECE
BOATOS AGRADECEM, POR MAIS UM DIA ESPECIAL
A NOSSA SENHORA DO PANTANAL

NESTE PALCO MULTICOR
DESTA FESTA SEM IGUAL
O IMPÉRIO COM CANDURA
MOSTRA NESSA ILUMINURA
A MAGIA DO MEU QUINTAL



NEIDE CALDAS, GLÓRIA CRISTINA, MARIA FILHA

GILBERTO DO IMPÉRIO, ZÉ MARIA, BETO BALUARTE
JUAREZ AMIZADE, CLAUDIO MARQUEZ
CARIOCA E ALEX DA IZAURA
PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: LUIZ CLAUDIO, MICHEL CAETANO E ZILDA
INTÉRPRETES: ERIVELTO SILVA E JOACI

O POETA ESCREVEU
NA VISÃO DO SEU OLHAR
MEU IMPÉRIO VEM MOSTRAR
CULTURA E EMOÇÃO
SERRINHA PISA FORTE NESSE CHÃO
VERDEJANTES MATAS DESBRAVOU
AS AVES IMITAVA

ANIMAIS FEROZES O RESPEITAVAM
DESTEMIDO, NADA O AMEDRONTAVA
AS GARÇAS NOS AGUAPÉS
OS BREJOS ENFEITAVAM
EMAS NO PÁTIO DA FAZENDA PASSEAVAM
MENINO, DA MATA E DO MATO
É BERNARDO

LEVANTA GALERA!
A SINFÔNICA CHEGOU
RODA BAIANA
VEM NO TOQUE DO AGOGÔ

E NO MAR DE XARAYÉS
OS PEIXES VINHAM REVERENCIAR
OS SAPOS SALTITAVAM AO VÊ-LO NADAR
PESCADORES DA VARANDA APRECIAVAM
PACUS NA SOMBRA DOS CAMBARÁS
VIOLEIROS A TOCAR SOB A LUZ DO LUAR

GIRA A COROA IMPERIAL
MAIOR QUE O MUNDO É O QUE O MEU QUINTAL
SETE DÉCADAS DE GLÓRIAS
EU QUERO APLAUSOS
VEM CHEGANDO A MINHA ESCOLA



LUIS C. CAVACO, ROGERINHO E UBIRACY DE OLIVEIRA

INTÉRPRETE:

VIAJEI PANTANEI
AO SABOR DA POESIA
DA JANELA AVISTEI
UM QUINTAL QUE ME FLORIA

LÁ O VERDE É EXUBERANTE
O FAZ-DE-CONTA É CONSTANTE
O SONHO BRINCA COMO REAL
TEM MAGIA NA SUA BELEZA
TEM CUIDADOR DA NATUREZA
GUARDIÃO

COM SEU CHAPÉU DE PALHA
O CABOCLO CANTADOR
TOCA MODA DE VIOLA
FAZ POEMAS DE AMOR

BOATOS EM PROCISSÃO
A PROSA DOS ROIS TRAZENDO EMOÇÃO
A FÉ QUE NÃO CANSA
COM MUITA ESPERANÇA
DECLAMAM EM FORMA DE ORAÇÃO
TUDO É FASCINANTE AOS FIÉIS
NESSE MAR DE XARAYÉS

MEU QUINTAL É MAIOR DO QUE O MUNDO
O MEU MUNDO É MAIOR DO QUE O CÉU
MEU IMPÉRIO HOJE É POESIA
VIAJA NAS ASAS DE UM MENESTREL



ARNALDO MATHEUS, ARI JORDÃO, PORQUINHO

MUCA, SÉRGIO, DÉCIO, PAULO
NEGO BE E ALEXANDRE XUXU
INTÉRPRETES: NÊGO

ROMPEU
ROMPEU AURORA… ABRO A JANELA DA IMAGINAÇÃO
EM MEU QUINTAL O REINVENTO PANTANEIRO
VIAJO EM BERNARDO “O GUARDIÃO”
PASSO NA ALDEIA DO ÍNDIO TERENA
OH! QUE ENCANTO A CENA
O APITO ENFEITIÇA A PERDIZ
OUÇO… MURMURAR DA LÍNGUA MATINAL
GUATÓS, GUANÁS E GUARANIS
NA BEIRA DO RIO SAGRADA NATUREZA A CONTEMPLAR
FAUNA E FLORA VÃO ME INCORPORAR

VOA… VOA!
VOA… PASSARADA AO ENTARDECER
EIA! PANTANEIRO TOCA A BOIADA
REMA A CANOA PESCANDO… Ô… Ô
MENINO FORTE LOBO SONHADOR

A NOITE…
A NOITE A PROCISSÃO
O COCHO DA O TOM NA PROZA DOS RIOS
FIÉIS EM ROMARIA FAZEM ORAÇÃO
QUEM TEM FÉ “NÃO SE CANSA… NÃO…”
ESTRELAS LÁ NO CÉU CIRANDAM COM LUAR
VEM “NOSSA SENHORA” PRA NOS ABENÇOAR
MATA DE MISTÉRIOS TÃO PROFUNDOS
“MEU QUINTAL É MAIOR DO QUE O MUNDO”

CANTA SERRINHA…SALVE A BANDEIRA
CHEGOU IMPÉRIO SERRANO… LÁ VEM… MADUREIRA
A COROA A GIRAR O SAMBA CONDUZ
SEU MANTO VERDE E BRANCO ME SEDUZ
TEM POESIA, LIBERDADE
TRAZ O POETA E SUA BRASILIDADE



GEORGE GV, GOGUI DA SERRINHA, CRIS 232

BOLA, WALACE DO MERCADÃO, RONALDO XAVIER
E FOGÃO DO CHURRASCO
INTÉRPRETE: CIGANEREY

AMANHECEU! ABRO A JANELA!
MEU QUINTAL, MINHA ALDEIA, VISÃO MAIS BELA
UM MUNDO DO NADA ENCONTREI
BERNARDO MEU EU!
VEJO PERDIZ A VOAR, APITO A ENFEITIÇAR
REGAVA O MAR DE XARAYÉS
ÁGUA LAVA MINH’ALMA
RENOVA MINHA ENERGIA
REFLETINDO EM POESIA

VAI MENINO PELA MATA, FEITO TATU A ROLAR
PEIXES VÃO SAIR DA LATA PRA TE REVERENCIAR
PASSARINHOS FAZEM NINHO EM SEU CHAPÉU DE PALHA
CASEBRE FOI SUA MORADA

FORMIGAS CORTAM ROSEIRAS
FAZEM PROCISSÃO, O CARACOL… A IMENSIDÃO
VER-TE… ANDARILHO NA MATA
O HOMEM… QUE TOCA BOIADA
FORTE E DESTEMIDO É BERNADÃO
LINDO… PINGOS DE CHUVA AO ENTARDECER
PESCADOR TENTANDO A SORTE, TUDO ISSO PUDE VER
AO CAIR DA NOITE… EM ROMARIA, OS BEATOS
O SAMBA ENCONTRA O SAGRADO
É MAIS UM DIA ESPECIAL
EU ROGO A TI, NOSSA SENHORA DO PANTANAL
ILUMINAI A MINHA ESCOLA, EM MAIS UM CARNAVAL

MINHA FÉ NÃO FALHA
IMPÉRIO SERRANO, REIZINHO DE GLÓRIAS
COM TODO RESPEITO, UMA ESCOLA DE SAMBA
SETENTA ANOS DE HISTÓRIA



HEITOR ACHILLES, HEITOR F., SANDRA IMPERIAL

FÁTIMA MEL, ERINETH E ROSÂNGELA IMPÉRIO
INTÉRPRETE: AUGUSTO CÉSAR

EXALTANDO O POETA MANOEL DE BARROS
ABRE-SE A JANELA E SAI A POESIA
MENINO BERNARDO É O MITO DA CRIAÇÃO
VÊ O MUNDO PANTANEIRO NO QUINTAL
CRIA FANTASIAS, SÃO VERDES AS AURORAS
O ÍNDIO TERENA MURMURA
A LÍNGUA DA MANHÃ TRIBAL

BERNARDO MORAVA NA BEIRA DO RIO
CUIDANDO DO MAR DOS XARAYÉS
ANDAVA COM PEIXES
VIA FORMIGAS SUBIR E DESCER
MENINO DO MATO E DA MATA
PASSARINHO QUE “AVOOU”
PARA SEGUIR CANTANDO AO ENTARDECER
OI AS ÁGUAS…

AS ÁGUAS SÃO A VIDA NO PANTANAL
PLANTAS FLORIDAS, QUE PRAZER
BRASILIDADE, ORGULHO E RIQUEZA
NESTE QUINTAL, DELIMITES DE VIVER

O POETA EM VERSOS, ESCREVE VERBOS
PARA ENCOSTAR NA NATUREZA
É O IMPÉRIO, DIANTE DO PANTANAL
TRANSFORMANDO TUDO EM SAMBA
OH, QUANTA BELEZA – LIRISMO E SEDUÇÃO
E DE REPENTE A VIOLA BEATOS EM PROCISSÃO
ROMARIA A NOSSA SENHORA, EM ORAÇÃO

E O POVO CANTA NESTE CARNAVAL
MAIOR DO QUE O MUNDO É O MEU QUINTAL



MAURIÇÃO, RAFAEL DELGADO, JOÃO BOSCO

SERGINHO E TONHO DE ROCHA MIRANDA
INTÉRPRETE: NEGO MARTINS

ABRO A JANELA… OI
AO AMANHECER
CONTEMPLANDO A NATUREZA
EM DEVANEIOS POETIZO MEU QUINTAL… Ô
QUE É MAIOR DO QUE O MUNDO
VEJO TUDO DIFERENTE
EM AQUARELA SINTONIA E POESIA
MINHA ALMA REFLORESCE
CONTAGIANDO ESBANJANDO ALEGRIA
BRASILIDADE REINVENTO PANTANEIRO
NADIFÚNDIO DAS PALAVRAS
NELE HABITA EMOÇÕES
O EXTINTO MAR DE XARAYÉS
UM RIO DE MEMÓRIAS
FAZ PARTE DA NOSSA HISTÓRIA
PARTE DA NOSSA HISTÓRIA

ILUMIRARAS DE VERDE E BRANCO
A AVENIDA NESSE CARNAVAL
OS CAMALOTES ANDARILHO E PERDIZ
SÃO DIALETOS QUE CULTIVAM A RAIZ

BERNARDÃO SE AGIGANTA
PEGA O COXO VEM TOCAR… LÁ LÁ LAIA
TANTA SUTILEZA
AI MEU DEUS QUANTA BELEZA
QUE RELUZ NO MEU OLHAR
O MENINO BANDARRA
CANSADO DE TRABALHAR
FAZ O ENTARDECER DESSE LUGAR

ALEGRIA, ALEGRIA O SHOW VAI COMEÇAR
HOJE O IMPÉRIO VAI EMOCIONAR
MANOEL DE BARROS UM POETA POPULAR
CHEGOU A HORA O BICHO VAI PEGAR



ALMIR HÁ-HÁ, DAVID GAGUINHO, JUNINHO DO OURO

VALTINHO PENA, EDU NOGUEIRA E CIDO
INTÉRPRETE: LÉO CAPOEIRA

JANELA ABERTA SOPRA O VENTO DA POESIA
FORMA UM BALÉ DE LINDAS NOTAS MUSICAIS
O BELO TOM VEM NA REGÊNCIA DA SINFÔNICA
LÁ NO JARDIM A NATUREZA TEM AS FLORES
QUE DANÇAM, FELIZES EM SUBLIME COMUNHÃO
A INÉRCIA É O MEU ATO PRINCIPAL
EM TAMANHA IMENSIDÃO

FOI MANOEL DE BARROS
NOSSA FONTE DE INSPIRAÇÃO
PANTANEIRO PÉ NO CHÃO
NO NADIFUNDIO JÓIAS RARAS VIU SURGIR
NA VIAGEM DA IMAGINAÇÃO

NUM RECANTO ENCANTADOR
VIU AS CORES DA NATUREZA
AS TRIBOS EM HARMONIA ALEGRAVAM A REGIÃO
NA PAZ DOS CAMALOTES OUÇO O SOM QUE CONTAGIA
ACOMPANHADO DE UM COCHO
SEUS VERSOS SURGIAM
NO XARAYÉS A VIDA ERA MAIS FELIZ
A LIBERDADE DO PERDIZ, NAQUELE LINDO MATIZ
HOJE O IMPÉRIO DECLAMA ESSA CANÇÃO
NA FORÇA DA FÉ EM CORAÇÃO
SETENTA ANOS DE GLÓRIA E EMOÇÃO
PASSARINHO CRIOU NINHO LÁ NA PALHA DO CHAPÉU
O MENINO QUE ERA ÁRVORE
APRENDEU A BATER ASAS E VOOU PRO CÉU

POUSOU NO MEU SERRADO
PRA COMPOR TODA MANHÃ
E O BERNARDO TRANSFORMOU-SE EM ARÃQUÃ



ZÉ PAULO DA VIOLA, VANDO DINIZ, HAMILTON FOFÃO

ZÉ LUIZ DO IMPÉRIO, RAFA DURAN, JUNIOR AZEVEDO
CHICO AZEVEDO E EGAS MUNIZ BALOEIRO
PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: CORATO SIEMPRE
INTÉRPRETE: ARTHUR FRANCO

VAMOS VIAJAR NA FANTASIA
CANTAR FORTE É NOSSA DEVOÇÃO
VEJO PELOS OLHOS DO MENINO A INSPIRAÇÃO
ABRIR A JANELA E SURGIR
UM QUINTAL DE SONHOS E MAGIAS
TUDO QUE SE POSSA IMAGINAR
TERRA TÃO FASCINANTE
ONDE O CANTO DO ÍNDIO ECOOU ÔÔÔ
REINA A CRIANÇA NO SEU HABITAT
SE FAZ PROTETOR, GUARDIÃO DO LUGAR
NAS ÁGUAS PRA SEMPRE FOI MORAR

PLANTAS VIVENDO A CANTAR
EMANANDO ENERGIA
O SOL REFLETE DO OLHAR E VEM
ANUNCIANDO UM NOVO DIA

FAÚNA, FLORA, MUNDO VERDEJANTE
É O QUE FAZ ENFEITIÇAR
VAGA O MATUTO NO HORIZONTE
VEM DA ALMA O DOM DE TRANSFORMAR
ANDAR… NESSE MEU PANTANAL EU VOU
SOB O ENTARDECER
DO ENCANTO DA PASSARADA
DEPOIS DA LIDA O BOIADEIRO
UMA VIOLA, UMA CANÇÃO
SAÚDA A FÉ O POETA BRASILEIRO
E VAI SEGUINDO A PROCISSÃO

PLANTEI O AMOR, NASCEU POESIA
PROTEJA O VERDE QUE COBRE MEUS PÉS
FESTEJA O REIZINHO, LÁ DE MADUREIRA
OH! SANTA SENHORA PANTANEIRA

Comentários

Comentários